Cantigas de ninar ou de aterrorizar? (Brasilianische Schlaflieder)

Músicas infantis
Musik für Kinder
 
 
  
Acalanto, Dorival Caymmi & Nana Caymmi
Clique no PLAY do vídeo para ouvir! Caso não funcione, clique no link abaixo:
 

Acalanto

Dorival Caymmi

Composição: Dorival Caymmi

É tão tarde
A manhã já vem,
Todos dormem
A noite também,
Só eu velo
Por você, meu bem
Dorme anjo
O boi pega Neném;
Lá no céu
Deixam de cantar,
Os anjinhos
Foram se deitar,
Mamãezinha
Precisa descansar
Dorme, anjo
Papai vai lhe ninar:
“Boi, boi, boi,
Boi da cara preta
Pega essa menina
Que tem medo de careta”. (2X)

Canções de ninar ou de aterrorizar?
 
Foi batendo um papo com amigas e falando sobre educação e música para crianças que  começamos analisar os
“problemas” das canções de ninar brasileiras.
Quando embalamos os pequenos, gostamos de cantar ou sussurrar uma melodia suave e meiga sem perceber o terror escondido nas chamadas “Cantigas de ninar”.
 

 
Será que a intenção dos compositores antigos era influenciar as crianças a ponto que estas, já trêmulas e amedrontadas, finalmente durmissem, deixando os pais ou suas “babás” em paz de uma vez?
 
Veja as ameaças em outras cantigas:
 
 
“Nana neném
que…
 
“Papai foi pra roça,
mamãe foi trabalhar…”
(= você tá sozinho muleque!)
 
 
Outras canções infantis bem populares pregam a violência contra os animais ou contra crianças e espalham o medo:
 
“Atirei o pau no gato…
 
“Samba Lelê…”
 
 
Assista partes de um show do humorista Nelson Freitas e sua interpretação de algumas cantigas infantis. Depois continue cantando essas coisas se puder:
 
 
Comédia em pé – Nelson Freitas e vocês – Canções de Ninar 1
Clique no PLAY do vídeo para ouvir! Caso não funcione, clique no link abaixo:
Seguem algumas cantigas infantis citadas no show (outras não):
Algumas interpretações também säao baseadas no show
 
Samba Lelê
 
Samba Lelê tá doente
Tá com a cabeça quebrada
Samba Lelê precisava
É de umas boas palmadas
 

 

Samba , samba, Samba Lelê
Samba , samba, Samba Lelê
Samba , samba, Samba Lelê
Samba na barra da saia
(=Samba Lelê está doente, com a cabeça quebrada e ainda tem que dançar em ritmo de samba? P’o, meu! Coitado do cara, né!
 
 
Marcha soldado
“Marcha Soldado
Cabeça de Papel
Se não marchar direito
Vai preso pro quartel
O quartel pegou fogo
A polícia deu sinal
Acode, acode, acode
A bandeira nacional!
(=O coitado tem que servir o exército, tem que marchar, vai preso e o quartel ainda pega fogo? O cara azarado, meu!)

 

Ciranda Cirandinha

Ciranda Cirandinha
Vamos todos cirandar
Vamos dar a meia volta
Volta e meia vamos dar

O anel que tu me destes
Era vidro e se quebrou
O amor que tu me tinhas
Era pouco e se acabou

Por isso oh menino
Entre dentro desta roda
Diga um verso bem bonito
Diga adeus e vá se embora
(Para ver a Partitura, clique aqui aqui)

(=O anel era de vidro. Coisa perigosa, não? Será que era ainda do Paraguai? Bem, o amor era pouco mesmo, pra que investir e estar atento às regras de  segurança.)
 
O Cravo e a Rosa
 
O Cravo brigou com a rosa
Debaixo de uma sacada
O Cravo ficou ferido
E a Rosa despedaçada

O Cravo ficou doente
A Rosa foi visitar
O Cravo teve um desmaio
A Rosa pôs-se a chorar

(=Duas pessoas brigam. Uma fica ferida e fica ferida; a outra, despedaçada,  vai visitar o agressor e ainda chora?)

Terezinha de Jesus

Terezinha de Jesus de uma queda
Foi ao chão

Acudiram três cavalheiros
Todos de chapéu na mão

O primeiro foi seu pai
O segundo seu irmão
O terceiro foi aquele
Que a Tereza deu a mão

Dá laranja quero um bago
Do limão quero um pedaço
Da menina mais bonita
Quero um beijo e um abraço

Terezinha levantou-se
Levantou-se lá do chão
E sorrindo disse ao noivo
Eu te dou meu coração

(A tal da Terezinha vê um cara que quer ajudá-la a levantar-se. Ele vira automaticamente noivo dela? Ela dá-lhe seu coração depois. Bem, no começo da cantiga parecia que ela via o sujeito pela primeira vez. Ou não?)
A canoa virou
 
A canoa virou
Por deixá-la virar
Foi por causa do menino

Que não soube remar
Se eu fosse um peixinho
E soubesse nadar
Eu tirava o menino
Lá do fundo do mar

(=o menino morreu afogado e a culpa é dele. Quem mandou não remar direito!)

 
Cantiga nordestina
 
“Dorme filhinho,
dorme meu amor,
que a faca que corta
dá talho sem dor.”
“Não chore, meu menino,
não chore, meu amor
que a faca que corta
dá golpes sem dor. “
(=Caramba! Como é que é? Ou o filho dorme ou se puxa a faca pro muleque? E coitadinho ainda não deve chorar?)
 
 
Certamente há muitas cantigas bonitinhas. A interpretação cabe a cada um de nós:

Nesta Rua

Se esta rua se esta rua fosse minha
Eu mandava, eu mandava ladrilhar
Com pedrinhas, com pedrinhas de brilhante
Para o meu, para o meu amor passar

Nesta rua, nesta rua, tem um bosque
Que se chama, que se chama, Solidão
Dentro dele, dentro dele mora um anjo
Que roubou, que roubou meu coração

Se eu roubei, se eu roubei seu coração
É porque tu roubastes o meu também
Se eu roubei, se eu roubei teu coração
É porque eu te quero tanto bem

(=Essa cantiga está realemnete super soft!)
Quer ouvir trechos de algumas dessas cantigas?
Fontes:
http://letras.terra.com.br/ (Letras de músicas)
www.cantigaderoda.com (Cantigas, Cds para comprar e trechos para ouvir)
A canção começa com amor e paciência dos pais, mas já no finalzinho da cantiga vem a ameaça:
Ou dorme agora ou o boi vai te pegar, muleque! Você vai se dar mal!
Anúncios

Sobre Mª Fábia P. V. Willems

Professora & tradutora de Português e Alemão. Ama as letras, é curiosa e gosta de fotografar. Quer compartilhar conhecimento, trocar experiências, fazer novos contatos e buscar novas oportunidades de trabalho.
Esse post foi publicado em 4.3 Música brasileira (Brasilianische Musik), 7 ATUALIDADE & CURIOSIDADES (Aktuelles & Kurioses) e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário para nós.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s