Portugal e o Fado

Música Portuguesa: O Fado e suas origens

Portugiesische Musik: Die Ursprung des Fado
  

“Fado” vem do latim fatum, ou seja, destino. As suas origens são incertas.

Pode ter nascido das canções trovadorescas, da saudade dos marinheiros ou do canto Lundum

dos escravos negros do Brasil. Começou com ritmos e versos de características populares, no Porto

 e em Lisboa, e foi evoluindo, tornando-se mais complexo e absorvendo a mudança dos tempos.

Hoje é uma música do mundo. O primeiro registo escrito data do séc. XIX e desde então foi tomando a imagem de quem o cantou.

 

 

A Severa, fadista de bairro, tornou-o conhecido nos ambientes aristocráticos pelo romance com o Conde de Vimioso.
 

Amália Rodrigues deu a voz e a alma a poemas de escritores portugueses e tornou o Fado conhecido fora de Portugal.

Mariza, a mais recente revelação, é a continuidade dessas referências e ao mesmo tempo uma nova forma de cantar o fado.

O sentimento, os desgostos de amor, as saudades de alguém que partiu, a vida do bairro, as conquistas.

Acompanhado à guitarra por tradição, há muitas maneiras de o cantar. Pode ser da Mouraria, corrido, à desgarrada

ou dos estudantes de Coimbra.

Mouraria 

 

Coimbra

 

Guitarras de FadoVisite o Museu do Fado e da Guitarra Portuguesa para saber mais e deixe-se envolver pela noite das Casas de Fados.

 

 

É um momento que não vai esquecer.

 

Saiba mais:

Casa-Museu do Fado e da Guitarra Portuguesa

http://www.museudofado.egeac.pt

 

Vozes do Fado

É a perfeita combinação da voz e da guitarra portuguesa que dá alma ao fado. Saiba o que deve ouvir.

Escolher um fadista é sempre difícil, uma vez que o fado tem tantas formas de ser cantado. No mais tradicional,

nomes como Amália Rodrigues, Hermínia Silva, Alfredo Marceneiro, Maria da Fé ou Argentina Santos são uma

referência na forma intensa como viveram o fado e Carlos do Carmo é uma voz masculina marcante, pelo

sentimento com que canta Lisboa.

Uma nova geração de fadistas trouxe novas vozes como Dulce Pontes, que participou com a “Canção do Mar”

no filme de Holywood “Primal Fear” (com Richard Gere), Mariza, vencedora do prémio World Music 2003 da

BBC Radio, Mísia, Camané, Mafalda Arnauth ou Katia Guerreiro.

Pode ter a certeza que cantam com emoção.

Todos os anos, realiza-se em Lisboa e no Porto a Grande Noite do Fado. É uma noite de Verão singular,

um dos momentos mais reveladores em que novos talentos se apresentam em público e ganham alento

para seguir carreira.

Embora estes sejam cantores conhecidos, um espírito liberto pode sempre descobrir vozes únicas e

momentos de emoção incomparáveis. Deixe-se surpreender.

 

Assista ao vídeo:

AMÁLIA – “HÁ FESTA NA MOURARIA”

http://www.youtube.com/watch?v=gvTg48vpBE4&feature=related (3:25)

 

 

 

Fado de Coimbra

«Coimbra tem mais encanto na hora da despedida» é a frase mais conhecida do fado desta cidade.

É o espírito romântico dos estudantes universitários que o canta.

O Fado de Coimbra revela, na origem, grande proximidade instrumental com o de Lisboa mas tomou uma vertente

 mais erudita nos textos, outra espacialidade e efeitos vocais. Tornou-se perfeito para gravar as recordações da vida

 de estudante, os melhores anos da mocidade, as noites passadas sem dormir, os amores não correspondidos e as

 serenatas à janela.

De espírito romântico, é cantado apenas no masculino por grupos estudantis, onde não falta o traje académico negro

 de fato e capa grossa.

A Queima das Fitas, a festa de despedida do ano lectivo que se realiza em Maio, é o melhor momento para ouvir o

fado de Coimbra. A Noite da Serenata, à porta da Sé Velha, é um momento de emoção único.

Alguns estudantes levaram o fado para a vida. Adriano Correia de Oliveira e José Afonso são duas vozes de referência,

assim como as guitarras de Artur Paredes e Carlos Paredes.

 

  

Lisboa e o Fado

Afinam-se as guitarras. A luz baixa. «Silêncio, que se vai cantar o fado!». É assim que as noites começam

em Lisboa.

Quando visitar os bairros históricos – Mouraria, Alfama, Bairro Alto e Madragoa – saiba que foi aí que nasceu o fado.

Ligado à fatalidade do destino, à noite e ao desencontro, foi partilhado por fidalgos, vadios e marinheiros, cantado

de forma sofrida e intensa. Também se cantou na versão mais alegre, a falar de conquistas, dos amores e das

vivências de cada bairro que José Malhoa, o pintor do Fado tão bem imortalizou nas suas telas.

Perto da Madragoa conheça a Casa onde Amália viveu, hoje um museu.

Foi a mais carismática das fadistas. Com grande presença em cena e natural noção do espectáculo, levou o Fado

 além fronteiras e a ela devemos a imagem do clássico vestido preto com xaile.

Vá a um Restaurante ou Casa de Fado. Sempre com decoração a condizer, são os melhores locais para o ouvir.

Com uma atmosfera particular e num espaço intimista, passar uma noite à luz das velas ao som desta melodia é

uma experiência única e inesquecível.

 

Conheça Lisboa virtualmente. Assista ao vídeo e ouça um lindo fado:

Lisboa

http://www.youtube.com/watch?v=i_mHzKJ_Yw0&feature=related (3:59)

 

Visite o Clube do Fado em Lisboa virtualmente e ouça um fado bonito. Leia também a ementa (o cardápio no

 Brasil) e fique com água na boca:

http://www.clube-de-fado.com/pt/intro.html

 

 

Quer ver mais sobre Portugal? Assista lindos vídeos:

Turismo de Portugal – Geral

Auf Portugiesisch: 

http://www.youtube.com/watch?v=Oh3W1_x7KbY&feature=related (3:53)

Auf Englisch:

http://www.youtube.com/watch?v=dPbYhkXoE-0&feature=related (3:47)

Distritos de Portugal

http://www.youtube.com/watch?v=1TkQb8yqNNg&feature=related (10:39)

 

Fontes:

www.visitportugal.com

www.youtube.com.br

http://www.clube-de-fado.com/pt/intro.html

www.google.de

Anúncios

Sobre Mª Fábia P. V. Willems

Professora & tradutora de Português e Alemão. Ama as letras, é curiosa e gosta de fotografar. Quer compartilhar conhecimento, trocar experiências, fazer novos contatos e buscar novas oportunidades de trabalho.
Esse post foi publicado em 3.4 Música portuguesa e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário para nós.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s