Eleições 2014: Brasil divido pela intolerância busca cura

Por M. Fábia P. V. Willems

Veja a fonte aqui

Nos últimos tempos tenho visto o Brasil com olhos mais tristes e preocupados. Não porque a situação econômica não melhorou como eu queria ou porque a os políticos não se comportam como deveriam, mas porque minha gente está perdendo o espírito democrático e o seu tão amado jeitão tolerante de ser.

Tenho visto gente esclarecida escurendo na ignorância tão criticada, caindo no abismo da intolerância de um tempo que achava ter desaparecido da história do nosso país.

Tenho sentido dor na alma, vendo amigos se desencontrarem em suas argumentações políticas e se perderem no desencontro de suas opiniões.

Famílias se dividem, amigos se magoam e se distanciam. Gente, outrora estimada, vai morrendo um pouquinho dentro da gente.

Descobri que nem todos eram tão desenvolvidos na arte da tolerância, como eu pensava.

Vi amigos não querendo mais expor sua prefer’encia política para não receber um selo na testa de ignorante cultural.

O gigante tenebroso, chamado preconceito, estava escondido dentro de gente bela de carinha singela que trazia no currículo tantos títulos e falava várias línguas, tinha viajado pelo mundo e participado de congressos internacionais, mesmo tendo saído de um lugarzinho qualquer dentro dum país chamdo Brasil, o mesmo desconjurado nas últimas semanas  e escomungado ontem de uma vez por todas depois de resultado das eleições para presidente.

???????????????????????????????

O mapa abaixo mostra quem votou em quem e gera a ira daqueles que não conseguem admitir que existam seres humanos que ousam pensar diferente. O iniciado preconceito contra os nordestinos aumentou nas redes sociais na etapa final da campanha e piorou agora, embora dois estados da região norte e outros dois do sudeste também tenham votado em Dilma (Partido dos Trabalhadores).

???????????????????????????????

Estou muito triste por ver minha gente tão dividida, renegando sua origem missigenada, tentando pintar seu sangue de azul através de sua descendência estrangeira. E tudo isso para quê? Na esperança de distanciar-se dos seres menores e desprezíveis que não compartilharam dos mesmos ideais, visão de futuro e candidato político.

Este dia fica macado como o dia em que uma parte do Brasil esqueceu o signiificado das palavras DEMOCRACIA.

elec_democrac_boy_sapo

Brasileiros e brasileiras de todas as regiões que lutam todos os dias para alimentar seus filhos na esperança de um futuro melhor. Nossa gente não pode esquecer sua humanidade, nem que o amor, o valor da família e da amizade, sua diversidade e sua tolerância o torna único.

Por favor, meus amigos e amigas do Brasil, vamos relembrar o significado da palavra TOLERÂCIA e nos unir por um Brasil melhor com gente de alma limpa. DIGA NÃO AO PRECONCEITO! AME A PAZ!

Só para relembrar o significado da palavra TOLERÂNCIA em português e em algumas línguas estrangeiras.

???????????????????????????????

???????????????????????????????

Em alemão:

???????????????????????????????

???????????????????????????????

???????????????????????????????

???????????????????????????????

O candidato Aécio, perdeu a eleição para presidente, porém forma uma forte oposição e também pede a união de todos os brasileiros para um país melhor:

???????????????????????????????

E para finalizar…

A canção que prega a união: Canção da América, de Milton Nascimento

Amigo é coisa pra se guardar
Debaixo de sete chaves,
Dentro do coração,
assim falava a canção que na América ouvi,
mas quem cantava chorou ao ver o seu amigo partir,
mas quem ficou, no pensamento voou,
com seu canto que o outro lembrou
E quem voou no pensamento ficou,
com a lembrança que o outro cantou.
Amigo é coisa para se guardar
No lado esquerdo do peito,
mesmo que o tempo e a distância, digam não,
mesmo esquecendo a canção.
O que importa é ouvir a voz que vem do coração.
Pois, seja o que vier,
venha o que vier
Qualquer dia amigo eu volto a te encontrar
Qualquer dia amigo, a gente vai se encontrar.

Veja aqui a fonte da letra

Anúncios

Sobre Mª Fábia P. V. Willems

Professora & tradutora de Português e Alemão. Ama as letras, é curiosa e gosta de fotografar. Quer compartilhar conhecimento, trocar experiências, fazer novos contatos e buscar novas oportunidades de trabalho.
Esse post foi publicado em 4.2 Dicas de Viagem, Geografia & História (Reisetipps, Erdkunde & Geschichte), 4.5 Sociedade brasileira (Brasil. Gesellschaft) e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Eleições 2014: Brasil divido pela intolerância busca cura

  1. Aline Lima disse:

    Infelizmente a intolerância foi uma das características mais marcantes dessas eleições. Pessoas utilizavam argumentos absurdos para embasar suas próprias opiniões. Melhoremos!

    Curtir

Deixe um comentário para nós.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s