Alemanha: Protestos de neonazistas e hooligans nas ruas de Colônia deixam 49 policiais feridos

 Por M. Fábia P. V. Willems

Am Sonntag in Köln.  Bild: dpa

A violência de grupos neonazistas e hooligans invadiu as ruas de Colônia (Alemanha) no último fim de semana. A manisfestação foi autorizada porque se esperava um grupo relativamente pequeno para protestar contra a crescente ameaça de salafistas no país. Como a Alemanha é um país democrático e respeita a liberdade de expressão, todos têm o direito de se manifestar, desde que as manifestações sejam autorizadas e acompanhada pela polícia.

Através de chamadas pelas redes sociais os grupos radicais conseguiram que quase 4 mil pessoas aparecessem, para surpresa das autoridades.  Nenhum grupo salafista apareceu por lá, mas mesmo assim “o pau comeu”, como se diz na linguagem popular.

Na verdade, os “radicais alemães” só queriam, mais uma vez, chamar a atenção e, assim, divulgarem seus ideais racistas. O papel que eles mais gostam de representar é o de “salvadores da pátria”. Dizendo estar ali para mostrar aos salafistas que eles estão ali para defender seu país contra os terroristas islâmicos.

Hooligans e Neonazistas, como sempre, estavam preparados para toda forma de violência. Uniram-se, botaram o terror na cidade. A polícia entoru em ação. No final da “manisfestação” 49 policiais estavam feridos e o governo teve que se explicar.

O Ministro do Interior Dr. Thomas de Maizière (Bundesinnenminister) já se manifestou na tv e tentou acalmar a população. Segundo ele, não é novidade que grupos deste tipo de grupo proteste violentamente  pelo país e  organize-se através da internet. Disse que eles estão sendo monotorados, porém ser nova a dimensão que tudo tomou depois da união entre hooligans e grupos neonazistas.

Segundo o banco de dados da polícia, os grupos neonazistas contavam com cerca de 400 homens. Como é possível que tenham aparecido 4 mil de uma vez? Será que o serviçi de inteligência da polícia realmente está trabalhando corretamente? Mais uma vez o governo substimou o perigo dos neonazistas. Fica agora a promessa que providências serão tomadas para que episódios como este não mais se repitam. Vamos aguardar então, mas de olhos e ouvidos bem abertos.

Hooligans & Neonazistas X Salafistas nas ruas de Colônia

Entenda melhor esta história agora, assistindo às reportagens da TV alemã ARD

Reaktionen auf Hooligan-Gewalt in Köln (Tagesschau – 27/10/2014):

Veja também a análise do sociólogo Gunter Pilz, da Universidade Leibniz de Hannover!

Diskussion nach Hooligan-Gewalt in Köln (Tagesthema – 27/10/2014):

Veja os primeiros 10 minutos!

Dicas de leitura e pesquisa

O que é ser um salafista? (A lista negra do Estado Islâmico) – The São Paulo Times

O que é ser neonazista? – Brasil Escola

O que é ser um hooligan? – Brasil Escola

TV alemã – Canal ARD (Dispõe de uma ótima medioteca)

Programa de Notícias Tagesschau no Youtube

Página Oficial do Governo Alemão (também em inglês e francês)

Allianz der Gewalt  – Neonazis feiern die Eskalation der Hooligan-Demo gegen Salafisten. Die Polizei räumt ein, die Zahl der Teilnehmer unterschätzt zu haben.

Anúncios

Sobre Mª Fábia P. V. Willems

Professora & tradutora de Português e Alemão. Ama as letras, é curiosa e gosta de fotografar. Quer compartilhar conhecimento, trocar experiências, fazer novos contatos e buscar novas oportunidades de trabalho.
Esse post foi publicado em 5.3 Sociedade (Gesellschaft) e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário para nós.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s