BOMBANDO: Menino de rua recita “E agora José?” de Drummond e surpreende a todos

Por M. Fábia P. V. Willems

 meninoderua_drummond

Era noite e lá iam pelas ruas mais manifestantes num Brasil turbulento. Alguns param para ouvir a voz que clamava:

E agora José?

A festa acabou,
a luz apagou,
o povo sumiu,
a noite esfriou,
e agora, José?

É assim que um menino de rua começava a recitar um dos poemas mais conhecidos do grande poeta modernista brasileiro. Era Carlos Drummond de Andrade!

Ele continuava:

e agora, você?
você que é sem nome,
que zomba dos outros,
você que faz versos,
que ama, protesta?
e agora, José?

Está sem mulher,
está sem discurso,
está sem carinho,
já não pode beber,
já não pode fumar,
cuspir já não pode,
a noite esfriou,
o dia não veio,
o bonde não veio,
o riso não veio,
não veio a utopia
e tudo acabou
e tudo fugiu
e tudo mofou,
e agora, José?

E agora, José?
Sua doce palavra,
seu instante de febre,
sua gula e jejum,
sua biblioteca,
sua lavra de ouro,
seu terno de vidro,
sua incoerência,
seu ódio – e agora?

Com a chave na mão
quer abrir a porta,
não existe porta;
quer morrer no mar,
mas o mar secou;
quer ir para Minas,
Minas não há mais.
José, e agora?

Se você gritasse,
se você gemesse,
se você tocasse
a valsa vienense,
se você dormisse,
se você cansasse,
se você morresse…
Mas você não morre,
você é duro, José!

Sozinho no escuro
qual bicho-do-mato,
sem teogonia,
sem parede nua
para se encostar,
sem cavalo preto
que fuja a galope,
você marcha, José!
José, para onde?

Todos achavam lindo e ficavam pasmos, mas eu me pergunto: Quem cuidou desse pobre José depois? Quem lhe deu um prato de comida ou um suco para beber? Quem perguntou o seu nome completo? Quem tentou encontar sua família ou o que restou dela? Quem lhe devolveu a dignidade?

Atenção Rede Record, Rede Globo, Band, SBT, Rede Tv, Tv Cultura, pessoal dos Direitos Humanos ou dos Direitos das Crianças:

Nós queremos saber! Quem é esse menino? Quem é esse José das ruas?

Brasil, ouça seu clamor! Ouçamos todos:

 

E AGORA, JOSÉ? Vitor, menino de rua, recita poema de Carlos Drummond de Andrade.

Veja agora o poema na voz do poeta Drummond

Carlos Drummond de Andrade – “E Agora, José?”

Se não conseguir visualizar o vídeo, clique aqui!

 

Sites com artigos e reportagens interessantes para você:

 

Sobre Mª Fábia P. V. Willems

Professora & tradutora de Português e Alemão. Ama as letras, é curiosa e gosta de fotografar. Quer dividir experiências, fazer novos contatos e buscar novas oportunidades de trabalho.
Esse post foi publicado em 4.1 Literatura Brasileira, 4.5 Sociedade brasileira (Brasil. Gesellschaft) e marcado , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para BOMBANDO: Menino de rua recita “E agora José?” de Drummond e surpreende a todos

  1. Pingback: Abertura das Olimpíadas Rio2016 & “A Flor e a Náusea” de Carlos Drummond |

Deixe um comentário para nós.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s