BOMBANDO: Prêmio Camões – vaia a Ministro da Cultura do Brasil & aplausos a escritor

Por: M. Fábia P. V. Willems

pt_premiocamoes2016polemic

Você viu o babafá que deu durante a entrega do Prêmio Camões ao maior escritor brasileiro da atualidade, Raduan Nassar?

Vou lhe contar o sucedido e mostrar dois vídeos para você se interar e tirar suas próprias conclusões.

Uma comissão julgadora, composta por representantes do Brasil, de Portugal e de países africanos de língua oficial portuguesa, avalia anualmente autores da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa – CPLP pelo conjunto de sua obra e lhe concede a um deles o Prêmio Camões  e  o valor 100 mil euros por sua contribuição para o enriquecimento do patrimônio literário e cultural de nossa língua. Nassar foi escolhido por unanimidade e se tornou o 12º brasileiro.

O evento ocorreu este ano em São Paulo, na sexta, dia 17, no jardim do Museu Lasar Segall para umas 60 pessoas.

A presidente da Biblioteca Nacional, Helena Severo, abriu o evento, errando o sobrenome do autor ao apresentá-lo, mas foi logo corrigida por ele.

Raduan Nassar, 81, agradeceu pelo prêmio a Portugal, embora tenha dito não conseguir entender os parâmetros usados para a escolha.

Num certo momento, pediu desculpas por precisar esclacer ao mundo o que está acontecendo atualmente com a democracia no Brasil.

Nassar toca na ferida aberta da sociedade brasileira: O impedimento da Presidente Dilma Rousseff. Afinal, foi um Golpe ou não?

Nassar numerou alguns fatos ocorridos nos últimos meses para comprovar, segundo ele, o Golpe de Estado ocorrido no país. Citou alguns dos caminhos antidemocráticos usados pelo Governo de Michel Temer  para chegar ao poder, acusando-o de repressor – “contra o trabalhador, contra aposentadorias criteriosas, contra universidades federais de ensino gratuito, contra a diplomacia ativa e altiva de Celso Amorim” – e de ser “atrelado ao neoliberalismo com sua escandalosa concentração da riqueza, o que vem desgraçando os pobres do mundo inteiro”.

Terminou seu discurso dizendo que não poderia ficar calado diante de tal situação.

Após o escritor descer do púpito, ao som de aplausos de seus fãs, representantes do Governo português e da imprensa, é a vez do Ministro da Cultura Roberto Freire se manifestar.

Ao som do canto dos passarinhos, Freire discursa e, ao ser interrompido por risos irônicos e gritos de protesto do público, esquece onde e com quem está, assim como o porquê do evento e perde a compostura. O Ministro da Cultura desqualifica Nassar e é vaiado. Continua tentando dar aula de História e de Direito Constitucional,  ataca a platéia e tenta humilhar aqueles que têm um conceito de democracia diferente do dele.

O “ministro da cultura”, que se enfurece.

Imagine agora um cara de paletó e gravata, metido a fino “botando boneco”! É assim que descreveriam os cearenses o comportamento de Roberto Freire. Ele “roda a baiana” e cuspe fogo durante o discurso ofensivo que deveria ser em homenagem ao Autor do Ano 2106.

Pois a nós só resta homenagear nosso escritor querido por seu prêmio e seu talento em retratar a beleza e as mazelas da sociedade brasileira.

Parabéns Raduan Nassar!

 

Confira você mesma(o) os vídeos do evento, de dois ângulos diferentes logo abaixo.

Aproveite para informar-se melhor sobre os tem as aqui citados,  consultando nossas Dicas de Leitura!

 

Em prêmio, Raduan Nassar faz duras críticas ao governo e gera bate-boca com o ministro – Estadão (Youtube)

Raduan Nassar – Discurso contra Temer que irritou o ministro da Cultura – CANAL K (Youtube)

 

Algumas Curiosidades

 

1)Nassar Raduan

2)Os brasileiros já premiados com o Camões foram

  • João Cabral de Melo Neto, em 1990,
  • Rachel de Queiroz (1993),
  • Jorge Amado (1994),
  • António Cândido (1998),
  • Autran Dourado (2000),
  • Rubem Fonseca (2003),
  • Lygia Fagundes Telles (2005),
  • João Ubaldo Ribeiro (2008),
  • Ferreira Gullar (2010),
  • Dalton Trevisan (2012) e
  • Alberto da Costa e Silva (2014).

3) “Das Brot des Patriarchen”, Ein Glas Wut” e Mädchen auf dem Weg” são os nomes das 3 obras de Nassar em alemão. Já sabe qual é qual? Além delas, pode-se ler em alemão também “Nachahmung und Eigenwert” (A corrente do esforço humano), ensaio, tradução de Ray-Güde Mertin. In —, Meyer-Clason, Curt (org.). Lateinamerikaner über Europa. Frankfurt, Suhrkamp, 1987. Inédito em português.

 

Dicas de Leitura

 

Lavoura Arcaica    Um Copo de Cólera  Menina a Caminho

        Romance (1975)               Novela  (1978)              Contos (1997)

Anúncios

Sobre Mª Fábia P. V. Willems

Professora & tradutora de Português e Alemão. Ama as letras, é curiosa e gosta de fotografar. Quer compartilhar conhecimento, trocar experiências, fazer novos contatos e buscar novas oportunidades de trabalho.
Esse post foi publicado em 2.4 Português para avançados (Portugiesisch für Fortgeschrittene C1-C2), 3.1 Literatura Portuguesa, 4.1 Literatura Brasileira, 5.3 Sociedade (Gesellschaft), 7 ATUALIDADE & CURIOSIDADES (Aktuelles & Kurioses) e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário para nós.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s